• elementusjr

Indústria de Cosméticos - Parte 3: produtos orgânicos, naturais e veganos



O ramo de cosméticos é caracterizado por seu dinamismo e inovação constante, ou seja, é cada vez maior a velocidade de lançamento de produtos que impactam o mercado e consequentemente a competitividade entre as empresas.

Nessa perspectiva, inovar para atender um público cada vez mais exigente se tornou algo crucial entre as indústrias do setor. Tal público vem exigindo produtos com caráter mais natural, orgânico e vegano, já que, a produção desses cosméticos leva em consideração insumos puros que diminuem os riscos de alergias. Além disso, são altamente indicados para gestantes e bebês que é um público pouco explorado pelas empresas produtoras de cosméticos.

Abaixo você vê uma síntese acerca de especificidades de cada tipo de produto:

Cosmético Natural – Possui no mínimo 95% de ingredientes naturais e 5% de ingredientes orgânicos, não podendo conter substâncias proibidas como: corantes, fragrâncias, conservantes sintéticos, amônia, silicone, dietanolaminas e derivados do petróleo. Caso venham a conter um desses itens, são classificados como “à base de produtos naturais”.

Cosmético Orgânico – Todo produto orgânico é natural, ou seja, segue a definição anterior; entretanto deve conter, também, um mínimo de 95% de matérias-primas certificadamente orgânicas em relação à quantidade total de matérias-primas naturais utilizadas na formulação.

Cosmético Vegano – São aqueles que não possuem ingredientes de origem animal, como: cera de abelha, leite, lanolina, entre outros. Não são testados em animais, sendo (livre de crueldade).

Vale ressaltar que, toda biodiversidade brasileira é um fator de grande relevância para produzir os tipos de cosméticos citados anteriormente, o que contribui significativamente na inovação e gama de produtos.

No entanto, alguns cuidados na produção se fazem extremamente necessário, entre eles: a contaminação bacteriana, a alta carga microbianas das matérias primas naturais utilizadas e a utilização de água pura para fabricar os cosméticos.

Essa área vem atraindo pequenas e médias empresas que desejam focar seus negócios com o intuito de garantir a inovação de seus produtos. É importante ressaltar que todas as barreiras que envolvem a produção desses produtos são quebradas através do aumento da interação e cooperação entre as empresas e os institutos de pesquisa, assim como com o apoio das universidades.

Leia as postagens antigas da série sobre a Indústria de Cosméticos:

Parte 1 (AQUI) Parte 2 (AQUI)

Fonte: E-book sobre a Indústria de Cosméticos da Elementus Júnior Consultoria

#Blog

0 visualização
MKT_-_Logo_Monocromática_Branca_-_2018.p

Contate a Elementus

Elementus Júnior Consultoria  ©2020

Endereço

Nossas redes

  • Instagram - White Circle
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco

Av. dos Economistas, 24-52 - Cidade Universitária, Recife - PE, Brasil

Das 08h - 17h

(81) 3103-9033 
(81) 99224-6150
info@elementusconsultoria.com